SUPERAÇÃO: Ela Venceu o Medo e Gerou 40% Mais Clientes Em Poucos Meses

 

Sabe aquele belo dia em que você acorda e simplesmente descobre: “É isso que eu quero fazer da minha vida!”? Pois é, isso não aconteceu com a Joyce.

“Administradora por formação e Consultora de Marketing Digital por paixão.” É assim que ela se define quando perguntamos quem é a Joyce Leão.

 Por algum tempo esse novo mundo do digital a assustou, o que fazia com que se dedicasse ao marketing digital apenas como um “freelancer” paralelo a sua atividade principal.

Quando seus planos não aconteceram, ela foi obrigada a encarar o que já sabia ser inevitável, mas o resultado foi surpreendente.

 

Confira a entrevista na íntegra:

 

Como você se descobriu no digital?

R: Desde a adolescência, no meu primeiro contato com a internet, sempre tive grande curiosidade e admiração por esse “mundo online”. Mas, encarava tudo como um hobby, uma diversão.

Na época em que os blogs estavam em alta, eu gostava de ficar configurando layouts e inserindo vários gifs piscantes na página (risos)

Muitos anos depois, já adulta, resolvi fazer um cursinho de web designer, e em paralelo com meu trabalho em um comércio, comecei a desenvolver alguns sites e blogs.

 

Hoje qual a sua atividade principal no marketing digital?

R: Hoje, ainda trabalho desenvolvendo alguns sites, mas minha especialização é como consultora de mídias sociais.

 

Como foi esse caminho de webdesigner para consultora de mídias sociais?

R: Na época em que comecei a desenvolver alguns sites, de forma muito básica ainda, um amigo que era gerente de uma padaria me disse que a proprietária precisava de um orçamento para um site. Na reunião, a proprietária me disse que também precisava de uma pessoa para cuidar do Facebook da  padaria.
Confesso que fiquei muito receosa, porque não entendia nada de redes sociais, mas topei o desafio.

 

Você disse que não sabia nada sobre redes sociais. Como fez para aprender e desenvolver o trabalho?

R: Pra falar a verdade eu nem sabia que existia esse trabalho com gestão de mídias sociais. Pra mim, na época, Facebook era só pra curtir foto da família, amigos e compartilhar as minhas publicações.

Eu fui com a cara e a coragem mesmo. Procurei muitos conteúdos gratuitos na internet e até pesquisei por alguns cursos, mas na época não era possível investir em nenhum.

 

Qual foi o momento em que você decidiu encarar o marketing digital como sua atividade principal?

R: Nessa época eu havia saído do trabalho no comércio e estava estagiando em um banco. A transição não foi uma decisão muito fácil. Embora sempre tivesse o apoio da família, e o incentivo constante do meu esposo, eu vislumbrava uma vaga efetiva no banco em que estagiava. Quando a efetivação não aconteceu, resolvi me lançar de vez na gestão de mídias sociais e desenvolvimento de sites, atividade que já fazia em paralelo com o estágio.

 

Por que se sentia insegura em assumir o marketing digital como sua atividade principal?

Grande parte dessa insegurança, acredito que foi pela falta de conhecimento técnico e estratégico sobre marketing.

Eu morava em uma cidade muito pequena e não conhecia nenhum profissional da área. Nem agência de marketing tinha na época. Não tinha com quem conversar a respeito e tirar as minhas dúvidas. Tudo o que aprendia era através de conteúdo gratuito na internet.

 

Como conseguiu os primeiros clientes?

R: Quando estagiava, tinha uns dois clientes fixos e fazia alguns trabalhos de arte para cartões de visitas, panfletos, etc. Assim que saí do estágio comecei a pedir indicações e a mostrar o meu trabalho para mais pessoas.

Me organizei para investir em cursos e melhorar a minha entrega com as mídias sociais, a fim de aumentar o meu ticket médio e conseguir mais clientes através dos meus resultados.

 

Como foi a busca por conhecimento?

R: Sem estágio, e com poucos clientes ainda, a verba era bem curta, mas eu estava determinada a aprender mais.

Embora os conteúdos disponíveis na internet tivessem me ajudado até então, eu sentia a necessidade de ir além, me aprofundar.

Com dificuldade eu investi em um curso sobre Facebook, e me ajudou bastante a ampliar a visão, mas não era suficiente. Eu sabia que o marketing digital não se resumia apenas ao Facebook, e eu queria conhecer todas as possibilidades que eu poderia encontrar no marketing digital.

Outra coisa que eu sentia falta, era trocar experiência com outros profissionais e saber como me portar com o cliente, na entrega da proposta, orçamento, essas coisas do dia a dia. Na época a grana estava muito curta, e eu precisava investir em um curso que me desse tudo o que eu precisava. Foi quando eu encontrei a Escola do Marketing Digital.

Fiquei em dúvida entre o PRODIGITAL  e outro curso, de outra escola. Mas, quando assisti as aulas gratuitas com o Jessé, não tive dúvidas! A aula foi tão clara, a didática tão objetiva, que eu decidi na hora, eu precisava estudar na Escola do Marketing Digital.

 

E como a escola te ajudou nas necessidades que você tinha?

R: Logo de cara uma das coisas que eu mais precisava já foi resolvida. Entrei no grupo de alunos no whatsapp e Facebook. Ali conversei com muitos alunos, tirei muitas dúvidas e pude absorver diversas experiências, nos mais variados assuntos.

Fui direto ao módulo Consultor 15k, para ter clareza sobre como me portar com o cliente, tanto no primeiro contato, como no dia a dia. Aos poucos fui assistindo aos módulos de acordo com o que sentia necessidade no momento.

Posso dizer com toda certeza que minha visão se abriu de uma forma incrível! Pra quem tinha experiência apenas com mídias sociais e sites, agora tinha um mundo de possibilidades a serem exploradas.

 

Como você definiria seu momento profissional hoje?

R: Eu digo que é um momento de oportunidades!

Ainda não estou onde quero, mas estou muito além do que imaginava que estaria.

Tenho clientes que estão comigo há mais de 5 anos, e nos últimos meses minha carteira de clientes fixos aumentou em 40%.

Estou traçando novos planos, e muita coisa vai acontecer ainda esse ano. Iniciei há um mês a mentoria com o Jessé Rodrigues, e as expectativas estão lá no alto.

 

O que você espera do futuro?

Espero contribuir e compartilhar o que tenho aprendido com o maior número de pessoas que eu puder.

 

 

OBS.: Assista à entrevista completa com Joyce Leão no vídeo acima!

 

Receba as melhores videoaulas e conteúdos de Marketing Digital

Receba as melhores videoaulas e conteúdos de Marketing Digital

Junte-se a comunidade da Escola do Marketing Digital com mais de 110.000 profissionais e empreendedores.

Confirmado! Você receberá nossos melhores conteúdos em seu e-mail! ;) Ah, e não enviamos spam!

2019-08-07T16:02:57-03:00 7 de agosto de 2019|