Uma das principais e mais antigas estratégias de Marketing é o Trade Marketing. Aliás, segundo pesquisa realizada pela AMPRO e publicada pela Propmark, 99% dos representantes da indústria do Brasil afirmam que essa prática tem mais importância hoje do que nos últimos cinco anos. Mas, afinal, o que é Trade Marketing e como ele pode ajudar em ações de empreendedorismo? Para saber a resposta, leia até o final e descubra como aplicar o Trade Marketing em vendas.

Saiba o que é o Trade Marketing
Saiba o que é o Trade Marketing | Foto: unsplash.com

O que é Trade Marketing?

O Trade Marketing é uma estratégia B2B, ou seja, de empresa para empresa, realizada por meio de canais de vendas e distribuição, como varejo e outras companhias. Dessa forma, o público-alvo consegue observar com clareza os produtos disponíveis dentro da firma. Essa é uma prática que consegue dar visibilidade para a sua marca e posicionar suas estratégias diante do mercado.

O Trade Marketing também é uma ferramenta capaz de garantir que os produtos estejam em ordem no estoque e devidamente colocados nos pontos de venda. Por isso, as negociações são uma parte fundamental para o planejamento, já que é preciso estabelecer uma parceria entre os distribuidores e entregadores parceiros.

Para que serve o Trade Marketing?

O objetivo do Trade Marketing é obter mais vendas. A exposição da marca no mercado varejista é uma forma de fortalecer a empresa e gerar mais engajamento com seus produtos. Isso ocorre pela presença do negócio nos pontos de venda em que o público-alvo busca e pela boa exposição nesses setores, desde que ele seja inovador comparado a outros concorrentes e tenha ações de destaque dentre os canais de distribuição, como mercados ou shoppings.

Nas vendas

Em empresas, o Trade Marketing deve objetivar o estabelecimento de relações vantajosas com os canais de distribuição, além de estipular um orçamento para determinar a preferência em “gôndolas” de maior destaque e maior quantidade de produtos disponibilizados nessas prateleiras. Isso também auxilia a imagem da marca. 

Além disso, essa alternativa acaba gerando conversão em vendas tanto para o produtor quanto para o distribuidor. O primeiro precisa investir na produção de suas mercadorias para que elas fiquem interessantes aos consumidores e gerem lucros. Enquanto isso, o parceiro precisa de números satisfatórios de saída dos produtos, ou seja, de vendas. Isso ocasiona ganhos para os dois lados.

O Trade Marketing é a exposição em pontos de vendas dos seus produtos
O Trade Marketing é a exposição em pontos de vendas dos seus produtos | Foto: unsplash.com

Vantagens do Trade Marketing

O Trade Marketing apresenta diversas vantagens ao ser adotado pela sua empresa. Além de ser uma forma de estabelecer relações com as distribuidoras e com os canais de distribuição, existem outros benefícios dessa prática para sua marca. Saiba quais são:

Percepção do público

O trabalho de campo gera maior visibilidade da mercadoria pelo público, ainda que não seja uma marca conhecida pelos consumidores. Esse é o primeiro passo para que a empresa possa adquirir mais clientes: com a notoriedade que o produto gera, as chances de ser considerado uma nova opção para o comprador aumentam.

Comando de mercado

As aplicações do Trade Marketing acabam gerando o domínio de mercado como um dos seus principais resultados. Isso ocorre pois a boa exposição dos produtos nos pontos de comercialização, a distribuição de materiais de qualidade e as estratégias de Marketing para alavancar favorecem a credibilidade dentro do mercado, desde que exista um bom desempenho nas vendas. Agora que você sabe o que é o Trade Marketing, está na hora de investir nessa prática para aumentar os lucros do seu negócio!



Referência:
https://propmark.com.br/anunciantes/pesquisa-expoe-desafios-e-oportunidades-do-trade-marketing-brasileiro/