O número de pessoas conectadas às redes sociais e encantadas com a Internet aumenta cada dia mais. De acordo com a pesquisa ‘Digital in 2020’, realizada pela We Are Social em parceria com a Hootsuit, no Brasil existem mais de 140 milhões de usuários ativos nas mídias sociais. Ainda no País,  o tempo médio gasto on-line diariamente é de 3 horas e 31 minutos, ficando atrás da Filipinas (3h 53min) e Colômbia (3h 45min). O tempo médio do brasileiro aumentou três minutos em relação ao ano anterior, mostrando o quão intenso o uso está se tornando.

Pensando nisso, separamos uma lista de 4 documentários sobre as redes sociais, que explicam sobre seu alcance para outras pessoas e até os alertas sobre o uso excessivo, que pode ser prejudicial. Confira!

Saiba mais sobre o que são redes sociais com os documentários a seguir / Foto: unsplash.com

O Dilema das Redes

Produzido e disponibilizado pela Netflix, “O dilema das Redes” é um documentário marcante pelos questionamentos trazidos sobre as redes sociais e o seu uso excessivo delas na vida das pessoas. O documentário mostra as formas de manipulação de dados e até das características pessoais dos usuários online e como a internet, aos poucos, pode desconstruir conceitos como democracia e humanidade dentro de uma sociedade, tornando os internautas obcecados pelo seu uso.

O documentário retrata os alertas sobre a privacidade online e as consequências da dependência diária das redes sociais. Ele foi muito comentado após o seu lançamento, no ano passado, e trouxe um debate fervoroso na internet sobre todas essas questões e impactando dezenas de usuários online.

Sinopse: Netflix

Terms and Conditions may Apply

“Terms and Conditions may Apply” (em português, Sujeito a termos e condições) é um documentário que investiga o acesso do governo e das grandes corporações aos dados de usuários da internet, por meio de banco de dados disponibilizados assim que o indivíduo aceita o contrato de termos e condições.

O documentário é muito importante sobre o mundo das redes sociais por trazer as consequências das condições que encaramos ao entrar em uma rede social, expostas naqueles contratos que quase nunca lemos mas clicamos em ‘li e concordo’. Além de mostrar a vigilância constante que passamos nas redes, Big Data e trocas de informações pessoais online.

Sinopse: Google

Privacidade Hackeada

Em “Privacidade Hackeada”, descobrimos o escândalo da Cambridge Analytica, que mostrou como o uso de dados pessoais e as informações fornecidas pelo Facebook, às vezes sem autorização, conseguiram manipular parte da população americana para tendenciar os resultados das eleições presidenciais, em 2016, e os ingleses na campanha do Brexit, no Reino Unido. O documentário ainda traz relatos do professor de Parsons e da The New School, David Carroll, e da ex-diretora de desenvolvimento de negócios da Cambridge Analytica, Brittany Kaiser.

A narrativa discorre por meio da perspectiva de Carroll, que não ficou contente com o roubo de informações que sofreu, e decidiu processar a companhia. O filme, disponível na Netflix, mostra como a manipulação das mídias sociais consegue afetar o senso crítico da sociedade.

Sinopse: Wikipédia

Twinsters

Apesar de apontar alguns documentários sobre as redes sociais que descrevem os seus males, elas também podem ajudar no seu alcance inestimável de conectar as pessoas. Em “Twinsters”, vemos como uma jovem conseguiu entrar em contato com sua irmã gêmea perdida por meio de um vídeo publicado no YouTube. Neste longa, graças ao uso da internet podemos acompanhar o encontro destas duas irmãs e a descoberta de seu passado, que ainda não era completamente conhecido.

Sinopse: Google



Referências:
https://datareportal.com/reports/digital-2020-global-digital-overview
https://www.agenciavisia.com.br/news/brasileiro-fica-3-horas-e-31-minutos-por-dia-nas-redes-sociais/