Com os números apontando um grande crescimento dos negócios digitais e marketing digital, a venda de produtos digitais é muito benéfica aos consumidores e empreendedores. Esse mercado é um dos que mais cresce no Brasil e movimentou cerca de R$ 14,8 bilhões em 2017, representando crescimento de 25,4% se comparado ao ano anterior, de acordo com os dados da pesquisa Digital Adspend 2018 da IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau).

Saiba como licenciar produtos para negócios digitais
Saiba como licenciar produtos para negócios digitais | Foto: unsplash.com

Contudo, é preciso fazer o licenciamento de produtos digitais para gerar revendas legais em lojas virtuais. Saiba como fazer isso e não desrespeitar os direitos autorais da marca!

O que é licenciamento de produtos digitais?

O licenciamento de produtos digitais é a aquisição de direitos que possibilita a comercialização de um infoproduto. Essa prática tem o mesmo intuito de um licenciamento para produto físico, porém, o meio digital conta com especificações. O licenciamento de marca é importante por liberar o uso do marketing de criação dos autores para suas vendas de forma legal, além de gerar controle da monetização dos seus projetos.

A ideia do licenciamento de produtos digitais é buscar a autorização da marca para utilizar seus produtos digitais, de maneira legal, e lucrar com a revenda de sua mercadoria. Ao adquirir a licença, faça um investimento no marketing do infoproduto adquirido para divulgá-lo a outros possíveis compradores on-line.

Ainda que recente no Brasil, o mercado de licenciamento de produtos digitais aumenta. Em 2018, esse mercado faturou R$ 18,9 bilhões, sendo 5% maior que no ano anterior, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Licenciamento (Abral). Já nos Estados Unidos, por exemplo, a prática é mais comum e possui até uma sigla para o ocorrido: PLR (Private Label Rights, em tradução livre, Direitos de Marca Privada).

O mercado de licenciamento de produtos digitais cresce no Brasil
O mercado de licenciamento de produtos digitais cresce no Brasil | Foto: unsplash.com

Como licenciar produtos digitais?

As possíveis licenças de produtos digitais são: direitos autorais, o que não permite alterações, somente revenda do produto pagando um valor pré-determinado ao dono; DRM, que protege as cópias do produto, como músicas, vídeos, e-books, entre outros; Copyleft, que permite a redistribuição de uma obra apenas se creditando sua autoria; Creative Commons, que permite a distribuição gratuita de produtos digitais e a incorporação de diferentes limitações ao seu uso e o PLR, que oferece acesso a alterações no conteúdo original.

Para licenciar produtos digitais, é preciso conferir qual o tipo de autorização que a obra permite e buscar o contato para fazê-lo. Ao adquirir a compra e licença do produto almejado, já é permitida a comercialização para obtenção de lucros. O pagamento será feito somente uma vez e consistirá na compra de sua autorização para a revenda e uso do produto já pronto. Quando a mercadoria é de país internacional, pode ser necessário um profissional para a tradução.



Fontes:
https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/faturamento-do-e-commerce-brasileiro-2020/
https://iabbrasil.com.br/infografico-iab-brasil-pesquisa-digital-adspend-2018-2/
https://www.fecomercio.com.br/noticia/empresas-optam-por-produtos-licenciados-para-se-diferenciar-de-concorrentes