Venda nas redes sociais da mesma forma que os melhores e-commerces no mundo

Compartilhe:

Muitas marcas ainda não aproveitam as redes sociais para fazer e-commerce porque acreditam que esse canal não é tão importante para o propósito. Mas é aí que mora o engano. O ambiente social tem se tornado uma oportunidade poderosa para as marcas de e-commerce direcionarem suas vendas. Uma vez que os aplicativos e jogos sociais têm adotado o sistema pay-to-play, os resultados nestes canais agora podem ir muito além dos likes e seguidores. Confira agora as melhores práticas de postagem nas redes sociais que levam às vendas.

1. Consistência no território da marca
No Facebook, as melhores marcas postam, geralmente, 12 vezes por semana. E a maioria delas posta com mais frequência nos dias da semana do que nos fins de semana. Assim como escolher os dias de postagem, toda marca tem um território de conteúdo adequado para si. Assim que você encontrar a sua, precisa manter a consistência.

2. Conteúdo gerado pelo usuário deve ser levado em conta
Recomendações feitas pelos usuários são a forma de marketing mais confiável e poderosa. É aproveitar o famoso “boca-a-boca”: se você encontra um post contando a experiência de alguém que usou e aprovou o seu produto/serviço e compartilha nos canais da marca, o alcance pode aumentar ainda mais.

Mas isso também cria um ciclo. Quando outros consumidores veem que o conteúdo de um usuário foi compartilhado pela marca, a probabilidade é que eles também criem seu próprio conteúdo, na esperança de serem reconhecidos pela marca.

3. O visual domina
Mais de 90% dos posts de grandes marcas no Facebook contêm uma imagem e a maioria dos tweets é publicada com uma imagem ou vídeo. Estudos mostram (e o algoritmo do Facebook concorda) que imagem engaja mais do que só texto.

As grandes marcas postam, em média, um vídeo por semana. Os vídeos mais populares geralmente trazem pequenas “amostras” dos seus novos produtos, entrevistas com designers de produto, making of de campanha e tutoriais.

4. O texto curto sempre vence
Texto curto é a chave para vender no digital. Claro que não estamos subestimando a importância da escrita criativa – é muito difícil escrever um post intrigante e curto – mas deixe que o visual e o conteúdo carreguem a publicação. As marcas mais populares no Facebook publicam posts que se mantêm abaixo dos 100 caracteres.

5. A maioria dos posts apresenta produtos
Cerca de 75% dos posts das top marcas no Facebook, 56% dos tweets e 65% dos pins no Pinterest apresentam produtos.

Se você quer vender através das redes sociais, precisa incentivar o desejo dos fãs de consumir o seu produto. Como? Apresentando um mix dos seus principais produtos pelos posts.

Lembre-se: só porque um produto é popular nas suas vendas, não quer dizer que ele seja popular nas redes sociais. Você precisa de um período para experimentar esses produtos e analisar quais deles são os mais populares nos seus canais digitais.

6. Links são uma ótima solução
As marcas populares respondem às perguntas e comentários com links para as respostas. Esses links podem ser o endereço para comprar um produto que o fã está procurando, uma sugestão de produto, uma landing page, etc. Os links dão muito mais informação que um post pode oferecer, e isso traz uma grande oportunidade de conversão em vendas.

Vender nas redes sociais não é fácil, mas se você começar repetindo essas práticas das grandes marcas, você estará no caminho. Ninguém conhece sua marca e seus consumidores melhor do que você, então fique à vontade para adequar essas dicas de acordo com a sua estratégia digital. 😉

Para saber mais sobre E-Commerce acesse o nosso curso de Gestão de Vendas em E-Commerce, ministrado pelo Prof. Anderson Rosa.


Compartilhe:

Jessé Rodrigues

Consultor de Marketing Digital especializado em Automação de Vendas Online para PME's e Fundador da Escola do Marketing Digital. Clique aqui para acessar o perfil completo.

  • Vender nas redes sociais realmente não é fácil mas após você conseguir aprender com as ferramentas necessárias , com certeza valerá a pena.

    Parabéns pelo artigo. É realmente muito bom !!