Qual é a Diferença entre Funil de Marketing e Plano de Marketing?

Compartilhe:

 

Todo empreendedor, empreendedora ou profissional de marketing deve entender muito bem as diferenças e objetivos entre plano de negócios, plano de marketing, funil de marketing e vendas e as suas respectivas atividades operacionais.

Todas essas ferramentas de negócios são essenciais para o desenvolvimento da sua empresa, mas quando e como utilizá-las?

Para te ajudar a acabar de vez com essas dúvidas, o fundador e diretor da Escola do Marketing Digital, Jessé Rodrigues, explica a relação entre o plano de marketing e a estratégia de funil.

Além disso, confira abaixo as definições e importância do Plano de Marketing, Plano de Negócios e Funil de Marketing.

 

Plano de Marketing

O plano de marketing nada mais é do que uma ferramenta de gestão utilizada para direcionar e coordenar os esforços de marketing de uma empresa. Segundo Kotler, o principal nome do marketing atualmente, o plano de marketing funciona em dois níveis: o estratégico e o tático.

Antes de desenvolver um bom plano de marketing, é preciso que a empresa conheça bem o seu mercado de atuação e, com base em uma análise das melhores oportunidades de mercado, o plano de marketing estratégico estabelece os mercados-alvo e a proposta de valor que será oferecida.

Já o plano de marketing tático especifica as táticas de marketing que serão utilizadas para atingir determinada estratégia ou objetivo, incluindo características do produto, promoção, comercialização, determinação do preço, canais de venda e serviços.

 

Plano de Negócios

Um plano de negócios é um documento que relata os objetivos de um negócio e estuda a sua viabilidade de implementação, diminuindo os riscos e as incertezas para o empreendedor.

O plano de negócios difere do plano de marketing por ser mais abrangente. Enquanto o plano de marketing preocupa-se com a comunicação da empresa e como esta irá se posicionar no mercado, o plano de negócios preocupa-se em obter uma visão geral sobre o negócio e nele são inseridos os planos estratégicos, plano de recursos humanos, plano de produção, plano financeiro, plano legal e, também, o plano de marketing.

Depois de formulado, o plano de negócios pode auxiliar você a seguir novos caminhos, a reformular um projeto que mostrou ser inviável ou até mesmo, se necessário, desistir de uma ideia.

Essa ferramenta de gestão é dinâmica e por isso, sempre que necessário, deve ser revisada e adaptada de acordo com as novas exigências do mercado.

 

Funil de Marketing

O funil de marketing representa a trajetória do público desde o primeiro contato com a sua empresa até o momento final, o da compra (ou o pós-venda em alguns casos). Ou seja, ele é o plano de marketing aplicado, o passo-a-passo que você vai desenvolver para atrair o seu público e gerar mais vendas.

A importância desse modelo é que ele possibilita ao profissional criar estratégias e campanhas mais assertivas, com táticas direcionadas para guiar o seu público pelas várias etapas do processo de decisão.

Quanto menos genérica a sua campanha, mais eficiente ela será. Por isso é necessário, utilizando ferramentas operacionais de marketing digital, observar o comportamento do usuário e direcionar as suas ofertas para o público certo.

Dessa forma, você não irá desperdiçar os seus esforços de marketing oferecendo o seu produto ou serviço para um público que não está qualificado a comprá-lo.  

O funil de marketing é dividido em três partes: topo, meio e fundo. Cada uma dessas partes ou etapas necessitam de conteúdos e estratégias específicas para que seu marketing seja de fato eficiente.

 

IMPORTANTE: O funil não é igual para todos os modelos de negócio. O conceito pode até valer para todos mas o passo-a-passo que irá guiar o seu cliente potencial pelo funil varia muito, dependendo das particularidade de cada empresa e de seus objetivos.

 

DICA: Uma estratégia de marketing de conteúdo que respeita as etapas do funil, além de diminuir o custo de venda, atrai mais clientes e aumenta a percepção positiva da marca.

 

Concluindo

Nenhum dos planos citados acima é mais ou menos importante do que o outro. Todos trabalham em conjunto e tem um único objetivo: tornar o seu negócio cada vez mais influente no mercado.

Por isso, não deixe de elaborar um plano de negócios para avaliar a viabilidade da sua ideia e não ter surpresas desagradáveis no futuro por falta de planejamento. Desenvolva um plano de marketing para criar estratégias certeiras e, finalmente, aplique tudo o que foi estudado na prática desenvolvendo uma estratégia de funil específica para a sua empresa.

Boa sorte!


Compartilhe:

Emilly Andrade

Gestora de Conteúdo. Apaixonada por blogs, redes sociais e novidades do mercado digital. Adoro ler e não dispenso uma boa culinária com uma boa companhia.

  • Nossa essa foi uma da minhas maiores dificuldades, o funil de marketing. Eu estudei varias estrategias, mais assim como vários iniciantes que no inicio fica indeciso, eu também passei por esses problemas.. fiz vários cursos e tentei usar varias estrategias ao mesmo tempo e não consegui chega a lugar nenhum.. até entender que temos que focar somente em uma e colocar em pratica.. esse post ajuda bem quem esta no inicio e se senti um pouco perdido nas duvidas sobre funil de marketing. parabéns pelo conteúdo. com certeza tenho aprendido muito aqui são informações de qualidade.

    Isaac Rodrigues
    http://ganhardinheiropro.com/