O Que é CTA e Como Utilizá-lo para Obter Mais Resultados

Compartilhe:

Se você estuda ou trabalha com marketing digital com certeza já ouviu falar sobre CTA, ou Call-to-Action, certo? Mas se você ainda não sabe do que se trata ou como utilizar essa técnica de comunicação, continue lendo que eu vou te mostrar como obter mais resultados usando os famosos CTAs.

O que é CTA?

CTA é a sigla para call-to-action, que em tradução literal significa “chamada à uma ação”. Ou seja, são links ou funções de uma página que incentivam os usuários a realizarem uma ação.

Seja para fazer o download de um ebook, para se inscrever em um webinário ou para encorajar o visitante a efetuar uma compra, os CTA’s tem o objetivo de levar o usuário para o próximo passo no seu funil de marketing e vendas.   

Como escolher um Call-to-Action?

  • Saiba quem é a persona 

Considere o tipo de visitantes que a sua página recebe, como é que essas pessoas chegaram lá e o que elas procuram. Ao responder a essas perguntas você consegue identificar qual seria o próximo passo lógico de seus usuários.

Use seu conhecimento sobre essa persona (seus interesses, necessidades e problemas que precisam de solução) para poder oferecer o que seus visitantes desejam através do CTA certo.

 

  • Considere o estágio no Funil de Vendas

É muito importante considerar qual estágio do funil de vendas o conteúdo em questão aborda e qual tipo de visitante ele está atraindo.

Por exemplo, um Call-to-Action de pedido de orçamento em um artigo de blog que possui o objetivo de atrair visitantes que não conhecem sua empresa (topo do funil de vendas), provavelmente não trará bons resultados.

Esse tipo de CTA seria muito mais relevante para alguém que já conhece mais do seu negócio e já está em processo de decisão de compra.

 

  • Contexto e objetivo do CTA

Um CTA jamais deve vir sozinho, sem contexto. Ele deve resumir, em poucas palavras, a proposta de valor da oferta e dizer o que vai acontecer depois do clique.

Ninguém gosta de clicar em um botão para realizar uma determinada ação e se deparar com algo completamente diferente daquilo que foi proposto inicialmente. Ou seja, é importante que os elementos do CTA e da página “falem” a mesma língua.

Para finalizar, uma dica muitas vezes ignorada: ofereça algo de valor. Lembre-se de que o público só vai clicar no CTA se for do interesse dele.

 

Como fazer um Call-to-Action?

 

  • Formato

Botões: este é o tipo mais frequente nas páginas iniciais de um site e normalmente estão visíveis logo no início, sem que haja a necessidade de rolar a página para visualizá-los. Também é muito utilizado em formulários, campanhas de e-mail marketing, páginas de compra de e-commerce, etc.

Ex.:  A imagem abaixo mostra um exemplo de um botão, “SIM! Quero Participar!”, que utilizamos na nossa página do PRODIGITAL ao convidarmos o visitante à preencher o formulário para receber informações sobre a próxima turma do curso. 

 

 

Banner: modelo bastante utilizado em blogs, redes sociais e anúncios em redes de display. Nesses casos, é necessário ter mais cuidado com o contexto, pois nem sempre recebe o apoio de um post de blog, por exemplo. Por esta razão, é muito importante que o CTA em formato de banner seja autoexplicativo.

Ex.: Na imagem abaixo você pode ver do lado direito um banner em nosso blog incentivando o visitante a baixar nosso E-Book “5 Pilares do Marketing Digital”.

 

 

Links em texto: esse formato é muito importante para o SEO por construir os links internos. Além de sites e blogs, é possível utilizá-los em outros ambientes, como e-mails e e-books.

Ex.: A imagem abaixo mostra parte de um e-mail que enviamos para a nossa lista divulgando a pré-venda da última edição do curso presencial Facebook Marketing Profissional e, logo abaixo, o CTA em forma de texto estimulando o leitor a entrar na lista de pré-venda. 

 

 

  • Texto

Este é um dos principais responsáveis por despertar o interesse das pessoas pelo que está sendo oferecido e, por esta razão, é preciso que seja atrativo e interessante. Por isso, é muito importante ir direto ao assunto para que o visitante não perca o foco.

É recomendado que o texto seja curto e claro, apenas com o necessário para explicar o valor do que está sendo proposto. Lembre-se: o importante é não deixar o visitante em dúvida se ele deve ou não clicar naquele CTA. É não fazê-lo pensar demais.

DICA: Utilize verbos no imperativo ao compor o texto. Palavras como “hoje”, “já” ou “agora” criam uma sensação de urgência e impulsionam o visitante a tomar a ação desejada.

 

  • Use cores que se destacam

 

 

Pode parecer bobo, mas a escolha das cores dos CTAs são muito importantes. Ao considerar a cor para os seus botões, pense que todos os elementos do seu site, incluindo textos, imagens e logotipos, estão “concorrendo” pela atenção do visitante.

Por isso, é preciso escolher uma cor que proporcione um destaque maior ao botão em relação às outras cores do seu site. Não existe um consenso sobre qual é a cor que mais funciona, alguns acreditam que o verde é mais eficaz, enquanto outros acreditam que tons avermelhados trazem mais resultados.

Para te ajudar a definir a cor do seu CTA, utilize o círculo cromático (imagem acima) para identificar as cores complementares, ou seja, as cores que contrastam entre si. No disco cromático, uma cor contrasta com a que fica na posição oposta.

IMPORTANTE: As cores dos CTAs, apesar de contrastarem com as demais cores do site, não podem atrapalhar a identidade visual da marca!

DICA: A ferramenta Adobe Color é ótima para ajudar na criação de paletas de cores.

Onde posso usar o Call-to-Action?

 

  • Home e páginas do site

Quando uma pessoa chega até o seu site, mesmo que ela nunca tenha ouvido falar da sua empresa, é certo que algum interesse ela tem naquilo que você vende. Explore essa condição e incentive o visitante a tomar uma ação nesse momento.

Ex: “Inscreva-se já”, “Assine a nossa newsletter” ou “Saiba mais sobre…”.

 

  • Redes Sociais

As redes sociais são essenciais em todas as etapas do funil, especialmente na atração e conversão. Elas ajudam a expor o conteúdo do blog/site e potencializam o seu alcance.

DICA: Leve o tráfego disperso das redes sociais para o seu blog.

Ex: “Curta e compartilhe com seus amigos” ou “Marque o seu amigo que vai gostar desse post”.

 

  • Anúncios

Um anúncio bonito e com conteúdo visual relevante é ótimo, mas sem um call-to-action, a pessoa que estiver vendo poderá não saber o que fazer em seguida. O papel do CTA é incentivar as pessoas a clicarem em seu anúncio imediatamente.

DICA: Use números! Utilizar números aumenta o senso de urgência em quem estiver vendo o seu anúncio. Ex.: “Ganhe agora 30% de desconto” ou “Compre agora e economize R$50,00”.

 

  • E-mail Marketing

Se você está em busca de resultados cada vez melhores para suas campanhas de e-mail marketing, então você precisa começar a adicionar CTAs em seus e-mails imediatamente.

É preciso fazer com que o público não apenas receba as informações de forma passiva, mas dê um retorno imediato ao seus esforços de comunicação e marketing.

Ex.: “Acesse o site e saiba mais!”

 

Conclusão

Tudo o que é produzido no marketing digital precisa ter um propósito. Se o seu conteúdo não tem CTA, é como se fosse uma rua sem saída. Você tem que estar sempre direcionando o seu público para os próximos passos no processo de compra, para que eventualmente ocorra a conversão.

Gostaram do conteúdo? Não se esqueça de deixar o seu comentário dando a sua opinião e também nos conte um pouquinho como você vem utilizando os CTAs a seu favor! 🙂


Marketing Digital para Iniciantes – Curso online gratuito onde você vai aprender tudo o que precisa saber para ingressar no mercado digital e acelerar seu desenvolvimento profissional. Clique aqui e inscreva-se já!


Compartilhe:

Emilly Andrade

Gestora de Conteúdo. Apaixonada por blogs, redes sociais e novidades do mercado digital. Adoro ler e não dispenso uma boa culinária com uma boa companhia.

  • Alessandro da Silva Ferreira

    Boas Dicas.