9 simples otimizações de SEO que vão gerar mais tráfego para o seu site

Compartilhe:

Muito se fala sobre SEO em marketing digital nos dias de hoje, mas você sabe como colocar em prática essas técnicas e tornar o seu site mais amigável para os mecanismos de busca?

Bom, se você é novo no ramo e está começando a descobrir o mundo do marketing digital, vamos primeiro entender o que é SEO (caso você já saiba o que é SEO, pule para “Título: O primeiro passo”).

SEO é uma abreviação da expressão em inglês “Search Engine Optimization”, que em tradução livre  significa “otimização de sites para mecanismos de busca”. Basicamente, SEO é um conjunto de técnicas que têm como principal objetivo tornar um site mais atraente para os mecanismos de busca como Google, Yahoo, Bing, etc.

O Google classifica os sites nos resultados de busca com base em aproximadamente 200 variáveis que são utilizadas como critério no “cálculo” da relevância de um site.

Neste artigo você vai conhecer algumas dessas variáveis e irá entender como os mecanismos de busca “enxergam” o seu site.

Mas antes de continuar, não esqueça de deixar o seu comentário com suas dúvidas e opiniões! 😉

Confira agora as 9 simples otimizações de SEO que vão te ajudar a gerar mais tráfego para o seu site e obter mais resultados:

 

1) TÍTULO: O PRIMEIRO PASSO

O título é um dos itens que mais influencia o posicionamento de um site no Google. Não importa se você produziu o melhor texto ou se selecionou as melhores imagens, se o leitor não clicar na sua página, todo o seu esforço não valerá de nada. Portanto, o título funciona como uma isca, onde o propósito é “fisgar” o leitor.

Porém, é importante ter em mente que há uma diferença entre o título de um artigo para site ou blog e títulos otimizados para o Google.

O título para um artigo postado em um blog, por exemplo, deve ter como função atrair o leitor e, geralmente, tem um apelo emocional.

Já o título dos resultados de busca tem como principal função auxiliar os buscadores a exibirem os sites que terão mais relevância em relação a palavra-chave pesquisada. Por isso, os título voltados para SEO, precisam deixar claro qual é o benefício que o artigo oferece e para qual palavra-chave ele quer aparecer. Veja o exemplo da Escola do Marketing Digital:

 

titulo

 

Algumas dicas para elaborar um título eficiente para SEO são:

–   Utilize a palavra-chave selecionada para a página no início do título;

–   Evite repetir a palavra-chave no título, uma vez já é suficiente;

–   Evite repetições. Cada página deve ter um título exclusivo no site;

–   Um título ideal, voltado para SEO, deve ter de 50 a 65 caracteres;

–   Não use muitas vírgulas em seu título;

–   Não coloque o nome de sua empresa no início de todos os títulos.

 

DICA: Através do plugin Yoast SEO, você pode definir um título para artigo do seu site/blog e um título mais otimizado para o Google (com limite de caracteres).

DICA 2: Se você tem um site em WordPress ou outra ferramenta de construção de sites, geralmente elas possuem um campo para você ajustar essa informação. Caso contrário, você precisará do auxílio de um programador para alterar suas informações direto no código HTML dentro do seu servidor.
 

 

2) CONTEÚDO É REI

No mundo SEO, costumamos dizer que “conteúdo é rei”, isso porque os sites com bom conteúdo, que possuem texto bem explicado e desenvolvido, têm muito mais chances de ficarem bem posicionados.

Portanto, por mais que você estude as palavras-chave ideais e otimize os títulos e links internos para tal palavra-chave, se a sua página não tiver relevância para o Google, seu esforço de nada valerá. Mas então, o que torna um site relevante para o Google?

Cada vez mais, a produção artificial de conteúdo está perdendo força nas buscas online, isso porque a experiência do usuário é o fator chave para o Google atualmente. Por isso, o mais indicado é combinar conteúdo relevante para os motores de busca e conteúdo relevante para os usuários.

Em outras palavras, as práticas de SEO vão servir para atrair as pessoas, e o conteúdo bem produzido, além de também ajudar em SEO, vai servir para manter e fidelizar os usuários.

 

 3) ESTRUTURA DO SITE: GUIE O LEITOR PARA O SEU CONTEÚDO

É necessário criar um site onde os usuários possam navegar facilmente para encontrar o conteúdo desejado. Além disso, é fundamental que os mecanismos de busca consigam indexar facilmente seu site e reconhecer o conteúdo que você considera importante.

Para isso, é preciso pensar na estrutura do seu site, de forma que guie o usuário para o conteúdo desejado e facilite a sua busca. A estrutura ideal para um site é de até 3 níveis: a página inicial, categorias e conteúdo.

 

estrutura-de-site-seo

 

A página inicial é o contato inicial do usuário com o site, é por onde grande parte dos visitantes entram, e portanto, é a página mais frequentemente visitada do seu site. O ideal é que as pessoas consigam encontrar o que elas procuram no site a partir da home page.

As categorias correspondem a estruturação das páginas do seu site. Esta organização facilitará a vida de quem estiver no site procurando pela informação que deseja ou para realizar uma tarefa que é necessária.

Já o conteúdo, ou as páginas de destino, são as mais importantes na perspectiva das informações. Na concepção de SEO, as “Páginas de Destino” seriam quaisquer páginas que ficam a 2 cliques da página inicial.

 

“As pessoas não se importam tanto com a quantidade de cliques que

têm que dar, desde que o “trajeto” seja simples e que, a cada clique

dado, a proximidade do objetivo almejado seja maior.”  – Jacob Nielsen

 

4) PALAVRAS-CHAVE: ELAS AINDA IMPORTAM

 

palavras-chave

 

Há não muito tempo atrás, o SEO era totalmente baseado na estratégia de palavras-chave. Agora, como dito anteriormente, o foco passou a ser a experiência do usuário, e é por isso que o Google e os buscadores beneficiam sites que geram mais conteúdo relevante sobre determinado assunto, mesmo que esta página não seja perfeitamente otimizada para um grupo de palavras-chave.

Mesmo com essa mudança de foco, o uso de keywords ainda fazem parte da estratégia de SEO de um site.

A principal função da palavra-chave é fazer com que os mecanismos de buscas, e o usuário que está fazendo a busca, entendam facilmente o assunto do seu conteúdo.

A cada busca realizada por um usuário para uma determinada palavra-chave, o Google avalia quais os sites indexados que serão exibidos para aquela determinada palavra. Assim, ele apresenta os sites mais relevantes à pesquisa feita pelo usuário.

Resumindo: se você usar muito a palavra “carro”, os motores de busca vão considerar o seu site relevante para um usuário que pesquisar por “carro”, posicionando o seu site em uma das primeiras posições. Entretanto, conforme já explicamos, não é somente as palavras-chave que importam, mas elas são bem relevantes.

 

IMPORTANTE: Um volume excessivo de uma palavra-chave (técnica Black Hat chamada de “Keyword Stufing”) em uma página pode levar o Google a punir o seu site ou, simplesmente desconsiderar o conteúdo repetido.

DICA: Utilize a palavra-chave definida no seu título, na descrição do site (próximo tópico), no primeiro parágrafo e insira ela diversas vezes, sem exagero, dentro do contexto do seu conteúdo, inclusive no nome do arquivo de imagem que você colocar no seu site.

Se você tem dúvidas sobre como escolher as palavras-chave ideais, assista a vídeo aula gratuita O Que São e Como Escolher Palavras-Chave com o especialista em SEO Fernando Santos.

 

5) META-DESCRIÇÃO: AUMENTE A SUA TAXA DE CLIQUES

O Meta Description é um pequeno texto, logo abaixo do título, utilizado pelo Google para descrever o conteúdo de uma página.

 

metainformac%cc%a7a%cc%83o

 

Apesar de não interferir no posicionamento do site diretamente, esta breve descrição permite que os usuários determinem se aquele artigo atende ou não suas expectativas de busca. Por isso, uma descrição bem redigida contribui para uma taxa de cliques (CTR – click Through Rate) mais alta e, consequentemente, um melhor posicionamento no Google.

O tamanho máximo sugerido para o texto de descrição é de 155 caracteres, mas fique atento se o resultado não aparece com reticências, cortando o seu texto. Nesse caso, diminua a descrição em alguns caracteres. Vale lembrar ainda que alguns posts possuem data de publicação e esses caracteres também devem ser considerados.

DICA: Não esqueça das palavras-chave. Algumas palavras da descrição são destacadas em negrito quando fazem parte da pesquisa realizada, chamando mais a atenção do usuário.

 

6) LINK BUILDING: MANTENHA BONS RELACIONAMENTOS

 

link-building

 

Link Building é um conjunto de estratégias que tem como objetivo adquirir links que apontam para determinado site, com a finalidade de influenciar e melhorar a popularidade e autoridade do seu site nos mecanismos de busca, além de gerar tráfego orgânico vindo desses sites.

Nem todo link é igual, enquanto alguns podem atribuir valor positivo, outros podem prejudicar o rankeamento do seu site. Se os buscadores identificarem que os links apontados para o seu site vem de sites com origem duvidosa, sem fundamento ou criados exclusivamente para apontar links, você será punido e poderá ter, inclusive, o seu site excluído das buscas.

O ideal é você encontrar empresas sérias e relevantes para montar parcerias de troca de links.

Por isso, hoje em dia é necessário ter um bom perfil de links, ou seja, você deve ter links variados e de qualidade. Um bom perfil de links têm vários tipos de sites como blogs, diretórios, notícias, empresas e etc, além de ter um bom equilíbrio entre domínios e quantidade de links.

 

IMPORTANTE: O Google consegue identificar pela qualidade dos links a relevância do seu site para web. Por isso, quanto maior a autoridade de um site no seu nicho, melhor será o seu link.

DICA: Para saber a qualidade de um link você pode utilizar a ferramenta Open Site Explorer.

Se você quer aprender mais sobre o que é o link building, suas as vantagens e como utilizar esta técnica de SEO para promover o seu conteúdo na internet, assista a aula gratuita Como Fazer Link Building Para Conteúdo.

 

7) OTIMIZAÇÃO DE URLS: UMA URL ÓBVIA É UMA ÓTIMA URL

Tornar sua URL amigável facilita não só o trabalho dos mecanismos de busca, permitindo a fácil identificação do assunto da página, como também facilita a vida dos usuários ao realizar uma pesquisa.

Se ao olhar para a barra de endereços do navegador, você conseguir saber qual o conteúdo da página, antes mesmo dela carregar, então temos uma excelente URL.

Aqui vão algumas dicas para a otimização de URLs:

 

–   Use URLs curtas;

–   Use a palavra-chave no slug;

–   Evite usar números;

–   Use letras minúsculas;

–   Separe as palavras usando hífen;

–   Não utilize acentos.

 

8) REDIRECIONAMENTO DE URLS: ERROR 301

Redirecionar uma URL, é direcionar todo o conteúdo contido dentro de uma página com uma determinada URL para outro endereço.

Se você deseja mudar uma URL permanentemente, o redirecionamento 301 é a melhor opção para efetuar essa mudança e manter o Pagerank da página e do domínio nessa migração.

Evite ao máximo ter que mexer na estrutura das URLs do seu site. Porém, em caso de migração de sites, troca de nome da empresa (ou domínio), troca de página de um produto e também para evitar conteúdo duplicado; é indicado utilizar o redirecionamento 301 para minimizar os danos da mudança.

O redirecionamento 301 funciona ao informar o servidor de que a Página X agora é a Página Y, de forma que quando o usuário acessar a Página X será automaticamente direcionado para o endereço da Página Y.

Além de manter o Pagerank da página antiga, o redirecionamento 301 também evita que surjam novas páginas com erro (ou links quebrados). Quanto mais links quebrados, mais o Google vai entender que o seu site é desatualizado ou que não é relevante para os usuários, reduzindo seus pontos de autoridade e, consequentemente, seu posicionamento.

 

DICA: Não use redirecionamento 302 para mudança permanente pois ele não transmite relevância e não mantém o Pagerank da página. Deve ser usado apenas em situações como avisar seus usuários que o site está em manutenção, por exemplo.

 

9) OTIMIZAÇÃO DE PÁGINAS COM ERRO 404

Quem nunca, ao navegar por um site, sentiu a frustração de abrir uma página com a mensagem de erro Page Not Found, avisando que sua busca não pôde ser encontrada?

Esse é um erro muito comum, e até mesmo os sites mais estruturados têm que lidar com ele porque podem ser causados por um simples erro de digitação do usuário.

Apesar de muito comum, as consequências desse erro podem ser um péssimo negócio para o SEO do seu site, pois as páginas com esse tipo de erro não são indexadas. Além disso, esse erro pode causar um aborrecimento em seu público, levando-o a perder a confiança no seu site.

Porém, nem tudo está perdido, é possível fazer com que esse erro trabalhe a seu favor. Como? Confira as dicas:

 

  • Customize sua página 404 (seguindo o mesmo design do site para manter a padronização e mostrar ao usuário que ele continua no seu site).
  • Retire a mensagem default de erro e escreva um pequeno texto explicando ao usuário o porquê ele não encontrou a página procurada.
  • Coloque links de navegação para que o usuário possa voltar ao conteúdo do site com facilidade.
  • Adiciona um campo de busca para que o usuário possa procurar algo relacionado ao que não encontrou na primeira tentativa de busca.
  • Sugira conteúdos do seu site relacionados ao que o usuário está buscando.

Uma página do site da Dafiti, e-commerce conceituado no Brasil, apresentou o erro 404 e seguiu as dicas mencionadas acima.

 

erro-404-dafiti

 

Veja também o exemplo do site da Escola do Marketing Digital:

 

erro404-seo

 

Gostou do conteúdo? Deixe o seu comentário e nos conte se as práticas de SEO tem dado resultado para o seu negócio e se esse post foi útil para você!

 


Quer aprender, na prática, as técnicas para deixar o seu site nas primeiras posições do Google? Aprenda como aumentar a sua audiência gratuita mesmo que você não entenda nada de SEO com o treinamento SEO Profissional.

Conheça agora o treinamento online SEO Profissional.


Compartilhe:

Emilly Andrade

Gestora de Conteúdo. Apaixonada por blogs, redes sociais e novidades do mercado digital. Adoro ler e não dispenso uma boa culinária com uma boa companhia.