5 Conclusões sobre marketing de conteúdo para e-commerce diretamente do Content & Commerce Summit

Compartilhe:

A Content & Commerce Summit, evento de três dias que aconteceu em Orlando, na Flórida, reuniu profissionais de mídias digitais e de e-commerce para compartilhar ideias e discutir estratégias de conteúdo e e-commerce.

 

Os e-commerces estão sentindo na pele que depender apenas da publicidade como fonte de tráfego é inviável uma vez que está difícil para ampliar os investimentos em mídia com o encolhimento das margens de lucro e o aumento de despesas e tributos.

 

Em meio a este cenário, as empresas de sucesso da atualidade notaram uma mudança substancial na maneira com o consumidor compra e como o conteúdo influencia em sua decisão. Agora, elas estão trabalhando e investindo em meios para combinar esses “dois mundos”: o do marketing de conteúdo com o mundo do varejo online.

 

marketing-de-conteudo-e-commerce

 

Essa nova estratégia se baseia, principalmente, na criação de conteúdo de qualidade para fisgar o interesse do seu público e direcioná-lo ao seu produto. Afinal de contas, manter um conteúdo qualificado nas suas páginas pode ser o diferencial entre o consumidor escolher a sua empresa ou a do concorrente.

 

O fundador da Escola do Marketing Digital, Jessé Rodrigues, participou do evento e nos passou alguns insights sobre o futuro do marketing digital e de conteúdo. Vamos às principais conclusões:

 

1.Gerar tráfego consistente para o seu site com pouco investimento

 

Se você está com pouco dinheiro em caixa para investir em mídia paga, mas mesmo assim quer manter tráfego consistente para o seu site o segredo é: produzir conteúdo relevante para o seu site ou blog.

 

A maioria das empresas investe em mídia paga, porém uma vez que o investimento for suspenso o tráfego dessa campanha para automaticamente. Por isso, ao desenvolver o seu próprio canal de conteúdo, seja ele um blog ou site, a empresa irá atrair a atenção do seu público de maneira orgânica e, então, poderá direcioná-lo para os seus produtos.

 

Uma série de cases de empresas que obtiveram sucesso seguindo esse modelo foram apresentados no evento e a chave para o sucesso delas é a consistência na produção de conteúdo. Dessa forma, a empresa mostrará que existe uma preocupação contínua da parte dela em trazer soluções através de informação gratuita e, consequentemente, aumentará a autoridade da marca em relação àquele segmento, o tráfego e, claro, as vendas.

 

2.Desenvolver conteúdo de forma estratégica



O marketing de conteúdo é uma estratégia que pode se adaptar a qualquer tipo de negócio, seja ele online ou offline. Porém, para obter sucesso utilizando esse tipo de estratégia é necessário planejamento que consiste em desenvolver diferentes níveis de conteúdo para cada etapa do funil de vendas.

 

O funil de vendas serve para demonstrar a trajetória de um possível consumidor comum até ele se tornar um interessado ou cliente. Em cada etapa do funil de vendas, o potencial consumidor tem uma mentalidade, ou seja, ele busca por informações diferentes e específicas.

 

No topo do funil, por exemplo, o usuário ainda não definiu qual produto escolher, ele está em fase de pesquisa a fim de identificar o problema e a possível solução. Por isso, o conteúdo para esta etapa do funil precisa ser mais direcionado para “sintomas” e entregar as possíveis causas.

 

Já na base do funil, o consumidor está, de fato, considerando comprar o seu produto. Nesta etapa do funil, o ideal é começar a posicionar o seu produto como a solução para o cliente e também os seus diferenciais mediante a concorrência. Para isso, nesta fase, o conteúdo que você produzir poderá promover o seu produto especificamente, assim você irá convencê-lo se o seu produto irá satisfazer as suas necessidades ou não.

 

marketing-de-conteudo-e-commerce-funil-de-vendas
 

 

3.Produção de conteúdo gera ROI muito maior



O custo de desenvolvimento da estratégia de marketing de conteúdo é muito menor em relação a investimento em mídia, por exemplo. Além de ser uma estratégia muito mais saudável a médio e longo prazo.

 

Mesmo reduzindo seu investimento em mídias pagas, a sua empresa continuará tendo seu próprio veículo de comunicação, e a partir dele poderá ampliar seu relacionamento com o público e gerar tráfego orgânico (gratuito) para o seu site.

 

Embora os esforços em marketing de conteúdo para e-commerce tragam um ROI maior do que o investimento feito somente em mídia paga, é importante lembrar que uma estratégia não substitui a outra, elas são complementares. Porém, quando você depende exclusivamente de mídia paga, quando seu dinheiro acaba, sua campanha termina e seu tráfego despenca.

 

Ao investir em produção de conteúdo, a empresa consegue prolongar os resultados de suas campanhas , pois um conteúdo de qualidade se torna atemporal e poderá gerar audiência para o seu site por quanto tempo você o deixar disponível.

 

Se você quer aprender como medir os resultados das suas campanhas de marketing e conteúdo em mídias digitais, assista a aula gratuita sobre Como Medir o ROI/ROAS das suas Campanhas de Marketing e Conteúdo.

 

4.As pessoas olham na Internet antes de tomar sua decisão de compra


Mesmo com toda a força da Internet, de acordo com pesquisas, apenas 6% de todas as transações acontecem na Internet, os outros 94% ainda acontecem no mundo físico.

Isso significa que a Internet é uma grande influenciadora no processo de decisão de compra do consumidor. As pessoas costumam utilizar a Internet para pesquisar preços, concorrência, reputação da empresa, entre outras coisas que possam influenciar a tomada de decisão do cliente.

Com base nesses dados, é importante considerar que tipo de estratégia a sua empresa está usando e o quanto você está desenvolvendo conteúdo tanto para vender online quanto para  estimular o público a comprar nas suas lojas físicas.


5.Storytelling: capacidade da sua empresa de contar histórias relevantes

 

As pessoas estão expostas à publicidade a todo momento, por isso, nós criamos um tipo de defesa, uma imunidade a muitas das abordagens publicitárias tradicionais. É neste contexto que o storytelling ganhou popularidade entre os profissionais de marketing, isto porque contar uma história interessante é uma das maneiras mais eficazes de obter a atenção de alguém.

 

O storytelling consiste em compartilhar uma história única e real de uma empresa ou produto, com o objetivo de criar uma relação de proximidade entre a empresa e o cliente. Uma boa história cria uma conexão emotiva entre empresa e cliente, além de revelar os benefícios e transformações que o seu produto pode trazer para a vida do consumidor.

storetelling-marketing-de-conteudo-e-commerce

 

Conclusão

 

O Marketing de Conteúdo pode ser seu grande aliado para alavancar os resultados do seu negócio. Hoje em dia, nada melhor do que oferecer conteúdo de alta qualidade, focado nas dores de seus potenciais clientes, para ganhar a confiança e reconhecimento de sua audiência

 

Apesar das mudanças no setor, a lógica dos especialistas de marketing continua sendo a mesma: conquista o público quem mostra saber mais sobre o que está falando. O que mudou, foi apenas a plataforma onde esta estratégia está sendo inserida.

 


Gostou? Compartilhe com seus amigos, deixe seu comentário, dúvidas e sugestões aqui em baixo e continue acompanhando nossos conteúdos.

Quer aprender mais sobre marketing de conteúdo? Assista a entrevista Marketing de Conteúdo com Jessé Rodrigues e Rafael Rez.


Compartilhe:

Emilly Andrade

Gestora de Conteúdo. Apaixonada por blogs, redes sociais e novidades do mercado digital. Adoro ler e não dispenso uma boa culinária com uma boa companhia.