4 Maneiras de Empreender pela Internet

Compartilhe:

Você já pensou em utilizar a internet para abrir o seu tão sonhado negócio próprio?

O empreendedorismo no Brasil tem crescido ano a ano. Muitos novos empreendedores estão surgindo, seja pela necessidade emergencial de trazer o sustento para a família, ou pelo simples desejo de ter o seu próprio negócio.

Independente de qual seja o motivo, a internet tem contribuído, e muito, para a criação de novas oportunidades de empreendedorismo, especialmente para quem deseja ter liberdade para trabalhar de onde quiser.

Se você está pesquisando por ideias de empreender e sonha em ter essa liberdade, listamos abaixo as 4 maneiras de se empreender na internet, com seus benefícios e desvantagens.

 

1 – Venda de Produtos

 

Um mercado bem disputado e conhecido é a venda de produtos através da internet, ou como conhecemos, os e-commerces. Mesmo em meio a recessão econômica, o segmento teve um aumento de 15% em vendas no ano de 2015, movimentando um montante de 41,8 bilhões de reais.*

O aumento também se deve ao fato de que a alta concorrência e clientes mais seletivos tem forçado as empresas a buscarem por melhores preços, serviços e atendimentos personalizados. Todas essas melhorias colaboraram para o aumento da confiança dos consumidores nas lojas virtuais e, consequentemente, o impacto positivo nas vendas do segmento.

Representando ainda uma ínfima porcentagem do montante movimentado em todo varejo nacional, o e-commece tem muito espaço para todos. Uma maneira de entrar nesse mercado, também uma das grandes vantagens das lojas online, é a capacidade de atender a nichos específicos.

Em outra palavras, a sua loja virtual pode oferecer produtos que atenderão as necessidades bem específicas de um público específico. Conhecido como a calda longa, o mercado está deixando de ser de massa para se tornar cada vez mais um mercado de nichos.

 

Exemplos disso são: loja para mulher grávidas, discos de vinil, roupas vintage, e por aí vai. São inúmeras oportunidades que você pode pesquisar e encontrar a que mais se identifica.

 

Por último, o e-commerce também possuí suas desvantagens: a alta concorrência, facilidade do consumidor comparar preços, espaço para estoque, limite de estoque, preço elevado de frete, limite de escalabilidade, logística e custos operacionais.

 

*Fonte: Webshoppers 2016 (http://www.ebit.com.br/webshoppers)

 

2 – Venda de Serviços

 

O mercado de serviços online, ainda tímido, também está crescendo e mostrando muito potencial. Você já deve ter visto falar em gráficas online, consultorias, coachs e Saas (softwares online como serviço). Recentemente, vi até mesmo empresas que vendem o desenvolvimento de sites completos sem a necessidade de qualquer reunião, tudo é resolvido através de preenchimento de formulários no site da empresa .

Uma das grandes vantagens de se ter um serviço online, é a possibilidade de personalizar a sua entrega de acordo com a necessidade de cada cliente, elaborar processos de vendas e entregas e automatizá-los de maneira que a sua empresa funcione em uma espécie de piloto automático, enquanto você supervisiona, avalia e faz as melhorias.

Entretanto, nem tudo são flores. O mercado de serviços também possui seus pontos negativos: limite de escalabilidade, limite de entrega/tempo/recursos e dependendo do segmento, exige a necessidade de uma boa infraestrutura de TI.

 

3- Venda de Infoprodutos

 

O conhecimento, hoje, não está mais somente nas escolas, bibliotecas e faculdades. Atualmente, o mercado de infoprodutos (informação como produto) ainda é muito pequeno, mas também está ganhando seu espaço. De acordo com uma matéria recente no Fantástico, apenas 6 milhões de pessoas fazem ou já fizeram algum curso a distância.

Entretanto, a flexibilidade geográfica e de horário que os cursos online oferecem ao consumidor, estimulam a procura por esses serviços e, consequentemente, o crescimento do segmento. Porém, a procura por conteúdo qualificado é muito maior em comparação com a quantidade a disposição, ou seja, é um mercado com muito potencial.

 

As grandes vantagens do segmento de infoprodutos são: a escalabilidade do seu negócio e o valor quase fixo dos seus custos. Como o seu produto não possui estoque, pois é informação em formato digital, você pode vender muito mais e escalar o seu negócio de maneira extraordinária.

 

No entanto, é necessário ter cuidados com relação ao atendimento dos clientes, capacidade do servidor e outros detalhes técnicos, mas a facilidade para escalar o negócio é muito superior a qualquer outro tipo de produto ou serviço.

Com relação aos custos da empresa e a margem de lucro, esta é sempre ampliada a cada venda realizada, uma vez que os seu custos com softwares, hospedagem, equipamentos serão basicamente o mesmo.

Por exemplo, para se vender cursos online você precisará abrir um CNPJ, contratar algumas ferramentas para automação de processos, hospedagem para o seu site e equipamentos para filmagem e edição. Vamos supor que o seu custo mensal com essa empresa seja algo em torno de 2.000 reais (pode ser bem menos ou bem mais, depende do tamanho de cada negócio).

A cada curso que você vender acima desse valor fixo de custo, será lucro para a sua empresa. Seja 10.000 ou 200.000 reais em vendas, a sua empresa ainda terá os mesmos 2.000 reais de custos no mês. Isso possibilita mais investimentos em melhorias, expansão da equipe e qualidade do conteúdo.

Contudo, para se ter sucesso nessa área de atuação é preciso ter um bom planejamento, alguns cuidados e detalhes técnicos importantes.

 

 

4 – Vendendo Produtos de Terceiros – Afiliados

 

Um outro ramo que está crescendo no mercado digital é o segmento de afiliados. Um afiliado é um empreendedor que vende produtos de terceiros e ganha um comissão em cima dessas vendas.

O principal segmento explorado pelos afiliados é o mercado de infoprodutos, entretanto é possível vender outros produtos que empresas possam vir a pagar suas comissões como, por exemplo, empresas de Saas (softwares como serviço).

 

O interessante de ser um afiliado é que você não fica amarrado a nenhuma empresa. O trabalho do afiliado é criar estratégias de vendas, páginas com conteúdo e captação de leads e anúncios voltados para cada produto que esteja vendendo. Os ganhos por venda, dependendo do produto, podem variar de 100, 200 até 1.000 reais. Caso o o produto seja uma assinatura, a receita será recorrente.

 

Através de plataformas de pagamento como Hotmart e Eduzz, os afiliados recebem um link próprio para a divulgação. Caso o consumidor compre o produto após clicar nesse link, a comissão é gerada automaticamente para o afiliado, sem a necessidade de ser repassado pelo produtor.

Além do mais, um afiliado também não possui custos com estruturas de suporte ao cliente, área de alunos ou com a produção dos cursos. O seu único objetivo é promover e vender, o restante fica por conta do produtor.

O desafio do afiliado é conseguir as vendas. Uma vez que ele não representa uma instituição, portanto não possui alguma autoridade ou confiança do mercado,  as estratégias precisam ser muito bem desenvolvidas a fim de direcionar o consumidor até a realização da compra.

 

Concluindo…

 

Oportunidades não faltam, basta agora você agir e correr atrás da qual mais se identifica. Desafios surgiram em cada uma delas, o importante é testar, analisar, mensurar e, o mais importante, persistir! 

 


Compartilhe:

Douglas Batista

Sou um publicitário que busca o sucesso no empreendedorismo digital. Gosto de assistir muitos filmes, ler bons livros, sair e viajar com a minha esposa.

  • Eu me identifico mais com a Venda de Infoprodutos. Acredito que seja bem rentável e com um ROI excelente.
    Gostei do artigo e já inseri o blog no meu Google Alerts.
    Muito Obrigado pelo conteúdo de qualidade.

  • Tiago Ferraz

    Oi amigo Douglas. Gostei do conteúdo, explicativo e esclarecedor!

    Eu trabalho com o marketing digital de afiliados. E apesar do começo desse trabalho ser bem complicado, mas quando vamos trabalhando nossa autoridade, e reputação, se torna um trabalho que pode nos conceder liberdade financeira, liberdade de tempo, e um sentimento incrível de realização!

    Adorei o seu blog, está de parabéns! 🙂

    Se quiser conhecer o Empreender e Ser Livre… Fique à vontade! 🙂

    >>> http://empreendereserlivre.com.br/